Volkswagen apresenta o Virtus, sedan do novo Polo

A Volkswagen apresentou hoje o Virtus, sedan que usa a mesma plataforma do hatch Polo, lançado pela montadora em setembro último. Modelo global da marca, ele tem 4,48 metros de comprimento, é 42,5 centímetros mais comprido do que o Novo Polo, e traz distância entre-eixos de 2,65 metros (a mesma do Jetta atual) e que tem 8,5 cm a mais que a do Novo Polo. A altura do Virtus é de 1.468 milímetros (4 mm a mais do que a do Novo Polo) e a largura é a mesma do hatch: 1.751 mm.

Dependendo do mercado, o Virtus poderá ser equipado com o motor 200 TSI e transmissão automática de 6 marchas. Essa transmissão oferece a opção de trocas manuais sequenciais Tiptronic, operada por meio da alavanca de câmbio ou pelas aletas (“shift paddles”) no volante. A potência máxima desse motor é de 128 cv (94 kW) com etanol e 115 cv (85 kW) com gasolina a 5.500 rpm, com torque máximo de 200 Nm (20,4 kgfm), com gasolina ou etanol, de 2.000 a 3.500 rpm. Equipado com esse motor, o Virtus acelera de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e atinge velocidade máxima de 194 km/h (dados com etanol).

Quando equipado com o motor 200 TSI, o Virtus é equipado de série com ESC – Controle Eletrônico de Estabilidade. Esse sistema reconhece um estágio inicial de que uma situação de rodagem crítica essa para acontecer. Compara os comandos do motorista com as reações do veículo a esse comando. Se necessário, o sistema reduz o torque do motor e freia uma ou várias rodas até atingir a condição de estabilidade.

O ESC engloba vários outros recursos eletrônicos de assistência: HHC (Hill Hold Control) ou controle de assistência de partida em rampa, HBA (Hydraulic Brake Assist system) ou BAS, XDS+ ou bloqueio eletrônico do diferencial, BSW (Bremsscheibewischer – Limpeza Automática dos Discos de Freio), RKA+ (Monitoramento da pressão dos pneus), entre outros.

Manual Cognitivo

O Virtus traz como recurso de conectividade e digitalização, o “manual cognitivo” – que usa o IBM Watson para responder aos motoristas questões sobre o veículo, incluindo informações contidas no manual do carro. Eventuais questões sobre o carro poderão ser respondidas por esse assistente inteligente, de forma simples e rápida. O aplicativo Meu Volkswagen conta com tecnologia do Watson para responder as questões em português e espanhol.

A exemplo dos sites de buscadores na internet, o app Volkswagen terá campos para digitação e o microfone para que o usuário faça sua pergunta oralmente – a linguagem poderá ser natural, como em uma conversa informal. O sistema reconhece sotaques e é capaz de aprender quanto mais se interage com ele.

A Volkswagen não informou os preços do modelo, mas há rumores de que ele irá custar, em média, R$ 5 mil a mais que o novo Polo em cada uma das versões equivalentes.

Check Also

Fox 2018

Volkswagen Fox 2018 chega com mais conectividade e equipamentos

Novos equipamentos de série, mais recursos de tecnologia e ainda mais conectada. Assim é o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *