Você sabia? Hoje é o Dia Nacional do Fusca

Fabricado no Brasil de 1959 a 1986 e de 1993 e 1996, o Fusca é um ícone da indústria automotiva nacional. Com nome oficial de Volkswagen Sedan, ele foi o modelo mais popular do Brasil até o início da década de 1980. Seu forte era a combinação de baixo custo e facilidade de manutenção com muita robustez. Mais de três milhões de unidades foram produzidas no País.

Embora seja nacionalmente conhecido pelo apelido Fusca (uma derivação da palavra alemã “Volks” que se pronuncia “Folks” e acabou sendo mudada pela população para fonemas mais fáceis de falar), o carro também ganhou outras denominações de âmbito regional, como Fuca, no Rio Grande do Sul, e Fuqui, no Paraná.

História
A marca Volkswagen, em alemão, significa “carro do povo” e foi com a missão de popularizar o automóvel que o Fusca foi concebido, na década de 1930, pelo engenheiro austríaco Ferdinand Porsche, a pedido do governo da Alemanha. O início da Segunda Guerra Mundial, em 1939, impediu que a produção do carro começasse, mas durante o conflito a fábrica produziu milhares de veículos militares leves utilizando sua plataforma mecânica, com motor traseiro refrigerado a ar.

Com o fim da guerra, a fabricação do modelo original foi retomada. A situação econômica da Europa, em recuperação, era favorável para a comercialização de um carro barato e econômico e, gradualmente, o Volkswagen Sedan começou a se tornar conhecido em todo o mundo.

Considerado um dos exemplos de design mais marcantes da história da indústria, o Fusca não deixou de evoluir ao longo de seus mais de 50 anos de produção, mas manteve sempre suas características básicas: motor traseiro, refrigeração a ar e a inconfundível aparência com para-lamas salientes e estribos laterais.

No Brasil
Os primeiros modelos chegaram ao Brasil em 1950 e ainda eram fabricados na Alemanha. Pequeno, com motor traseiro refrigerado a ar e design diferente do tradicional na época, quando as ruas eram dominadas por grandes sedãs, o carro conquistou os consumidores por sua capacidade de transportar até cinco pessoas, pelo baixo consumo de combustível e a resistência. Passou a ser montado no país, com componentes importados, em 1953.

A produção no Brasil começou em 1959, na primeira fábrica da Volkswagen fora da Alemanha, em São Bernardo do Campo. Ela continuou até 1986, em um caso de impressionante de longevidade de um veículo de passeio. Em 1993, a pedido do então presidente da República, Itamar Franco, o carro voltou a ser produzido, em uma versão movida exclusivamente a etanol, e parou novamente de ser fabricado em 1996. Foi o carro mais vendido no Brasil por 24 anos consecutivos.

New Beetle
A imagem do Fusca foi revivida pela Volkswagen em 1998, com o lançamento do New Beetle. Com linhas inspiradas pela versão original e construído sobre uma plataforma moderna, com tração dianteira e motor com refrigeração líquida, o New Beetle alcançou mais de 1 milhão de unidades vendidas até 2010. Nessa nova era do Fusca, a Volkswagen deixou livre a escolha do nome do modelo, de acordo com o nome (ou apelido) que ele recebeu em cada mercado ao longo da sua história. Na França, é chamado de “Coccinelle”. Na Itália, “Maggiolino”.

Uma nova versão do Beetle chegou ao Brasil em 2012, como homenagem ao Fusca original: as linhas do teto e a silhueta do modelo novo são ainda mais próximas das que identificam o velho sedan das décadas passadas.

Saiba mais
– Internacionalmente, o Fusca continuou a ser fabricado no México – onde é conhecido como “Vocho” – até 2003

– Mundialmente, o Dia do Fusca é comemorado em 22 de junho, data em que Ferdinand Porsche assinou o contrato que deu início ao desenvolvimento e fabricação do sedan, em 1934.

Check Also

Eletrovan

GM comemora 50 anos da Eletrovan, seu primeiro veículo movido a hidrogênio

O ano de 1966, que trouxe as estreias de TV de “Batman” e “Star Trek”, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *