Toyota lança no Brasil a quarta geração do Prius por R$ 119.950,00. Veja o que mudou

Primeiro veículo da marca a ser montado sobre a plataforma TNGA (Toyota New Global Architecture, ou Nova Arquitetura Global da Toyota, em tradução para o português), o híbrido Prius foi apresentado ontem pela montadora. Segundo a empresa, o carro ganhou mais conforto, melhor dirigibilidade e centro de gravidade mais baixo e teve seu coeficiente aerodinâmico (Cx) reduzido de 0.25 para 0.24. A quarta geração do Prius chega ao mercado hoje.

O veículo está 60 mm mais comprido (4.540 mm), 15 mm mais largo (1.760 mm) e 20 mm mais baixo (1.490 mm). O espaço na cabine também aumentou, são 15 mm a mais de comprimento (2.210 mm) e 20 mm na largura (1.490mm). O porta-malas comporta 412 litros e sua abertura ganhou 84 mm em sua largura. O teto foi reduzido em 20 mm e deslocado um pouco mais à frente.

Ainda no design externo, as rodas de liga leve de 15 polegadas receberam calotas com partes curvadas em forma de onda, que mitigam a resistência ao ar. Há ainda aletas aerodinâmicas frontais e traseiras que otimizam a passagem do vento.

No interior, o habitáculo está maior, devido a alguns detalhes, como as linhas finas da base do painel alinhadas às portas, até a eliminação do excesso de revestimentos na parte transversal do painel de instrumentos, portas e colunas.
O painel agora é disposto em camadas que definem de maneira clara a zona de exibição dos instrumentos.

Equipamentos

Entre as novidades está o ar condicionado dual zone com comando S-Flow, capaz de concentrar o fluxo de ar apenas nas áreas da cabine onde há ocupação. Pela primeira vez equipando um modelo da Toyota no Brasil, o sistema reconhece automaticamente se o banco traseiro está vazio e direciona o ar somente para a zona frontal. As informações podem ser controladas pelos comandos que aparecem no display digital do painel.

O modelo dispõe ainda de carregador de celular sem fio (compatível para aparelhos que suportam essa tecnologia), sistema de navegação integrado, head-up display colorido e TV digital. Também chega com o Smart Entry System nas portas dianteiras, permitindo o destravamento do veículo por proximidade da chave, e com o sistema de ignição simplificada, por meio do Start Button.

Comercializado em versão única, o híbrido da Toyota também oferece de série banco do motorista com regulagem de altura e distância, além de regulagem lombar elétrica, revestimento em padrão couro e material sintético nos assentos, aquecimento dos bancos dianteiros, vidros elétricos nas quatro portas, com função “um toque” e sistema antiesmagamento, coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, travas elétricas, descansa braços traseiro (16 mm mais largo em comparação com a geração anterior) com porta-copos, retrovisores externos elétricos, retráteis e com indicadores de direção, retrovisor interno eletrocrômico, volante em padrão couro com comandos integrados do áudio e do computador de bo rdo, controle de velocidade de cruzeiro, aviso sonoro de faróis ligados, entre outros.

Luzes de leitura individuais dianteiras e no teto na parte traseira, além de tomada de energia, completam a lista de conforto e conveniência.

O sistema multimídia que equipa o Prius contempla rádio AM/FM, CD e MP3 player, conexões Bluetooth®, USB e AUX, além de sistema de navegação em uma tela de 7” sensível ao toque. Já o computador de bordo possui um monitor TFT com dois visores de 4.2 polegadas. Nele, o motorista pode personalizar o conteúdo da tela principal com suas preferências, entre exibições simples ou segmentada.

A opção simples traz a velocidade do veículo, quantidade de combustível restante, indicador do modo de condução (Power, ECO, Normal e EV), temperatura externa, distância percorrida após a partida, economia média de combustível, entre outras informações. A visão segmentada acrescenta informações como indicador simplificado do sistema híbrido, medidor instantâneo de combustível e carga da bateria armazenada pelo sistema híbrido.

priusA tela multifuncional possui sete abas. Na primeira, a de informações de direção, é possível visualizar o funcionamento do sistema híbrido, ter orientação de “acelerador ECO”, que propõe diretrizes para uma condução mais amigável ao meio ambiente; e acessar a função ECO Score e pontuar quão “amiga do meio ambiente” foi sua condução em uma determinada distância percorrida.

É possível ainda registrar o consumo de combustível considerando variáveis múltiplas:

– Em meia hora o display mostra o uso de combustível em intervalos de cinco minutos;

– A cada 15 quilômetros, o display exibe a informação em intervalos de um quilômetro e;

– A cada 30 quilômetros, o gráfico considera o consumo de cinco em cinco quilômetros.

Também é possível calcular o consumo de combustível na última viagem do mês atual, nos últimos quatro meses ou ainda no mesmo mês do ano anterior.

Há ainda a função Eco Diary, que fornece uma lista diária e mensal de distância percorrida e consumo médio de combustível.

Pela função Eco Wallet calcula-se o custo total com combustível e quanto o motorista economizou com gasolina em uma única viagem ou em um mês. Esse dispositivo ainda registra o valor total despendido com gasolina nos últimos cinco meses.

É possível também visualizar o percentual do tempo que o Novo Prius operou exclusivamente no modo elétrico.

As demais abas apresentam funções ligadas aos sistemas de navegação e de áudio, controle de temperatura, informações de apoio ao condutor, mensagens de aviso e configurações.

Motor

O Novo Prius conta com o sistema Hybrid Synergy Drive da Toyota em sua nova geração e combina um motor a gasolina de 1.8 litro VVT-i de ciclo Atkinson, com 98 cv de potência a 5.200 giros e 14,2 kgfm de torque a 3.600 rpm, que foi redesenhado e teve redução de tamanho e peso. Esse propulsor funciona em conjunto com outro elétrico de 72 cv e 16,6 kgfm de torque. O modelo entrega potência combinada estimada de 123 cv. A transmissão continua a ser do tipo CVT.

O eixo da transmissão e o motor elétrico também foram redesenhados, reduzindo o peso combinado. O propulsor elétrico, especificamente, está mais compacto e teve sua relação peso/potência melhorada. Em comparação à geração atual, houve uma redução de 20% nas perdas mecânicas por fricção.

O software do sistema híbrido recebeu atualizações que melhoraram a percepção de aceleração, revelando respostas mais suaves e diretas, mesmo em rotações mais baixas. Os componentes fundamentais do sistema, como unidade de controle de potência e a bateria, também foram redesenhados ou revistos, para reduzir peso e melhorar a eficiência do veículo.

A bateria híbrida de níquel, responsável por alimentar o motor elétrico do Prius, antes localizada no porta-malas, foi transferida para a parte inferior direita do banco traseiro, contribuindo para a redução do centro de gravidade e aprimorando a estabilidade na condução do veículo, sem comprometer o espaço interno para os ocupantes. Uma entrada de ar foi introduzida no banco do passageiro, otimizando o arrefecimento da bateria híbrida e melhorando sua performance.
Com relação ao consumo, segundo a Toyota, os números são os seguintes: 18,9 km/l em ciclo urbano e 17 km/l em rodovias.

Segurança

O Novo Prius é equipado com diversos itens de segurança, como sete airbags (duplo frontal, duplo lateral, dois de cortina e um de joelho para o condutor); alerta sonoro para uso do cinto de segurança nos assentos dianteiros; três apoios de cabeça com regulagem de altura para os passageiros do banco traseiro; cintos de segurança de três pontos e pré-tensionadores para todos os ocupantes; câmera de ré projetada na tela de LCD com alerta sonoro; imobilizador por código eletrônico na chave; luz auxiliar de freio; sistema de alarme com acionamento à distância e travas de segurança para crianças nas portas traseiras. Além dos faróis de neblina em LED dianteiros, presentes na geração anterior, o Novo Prius recebeu luz de neblina traseira, também em LED.

A todo este pacote, somam-se o controle de estabilidade (VSC), sistema de freios ABS e sistema auxiliar de frenagem EBD nas quatro rodas.

Check Also

Carros elétricos

Célula de combustível, picape de resgate: os carros elétricos da Renault-Nissan

A Nissan e a Renault, empresas pertencentes ao mesmo grupo, têm empreendido louváveis esforços no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *