Test-drive da Fiat Weekend Adventure: station wagon com jeito de SUV

0011Boa parte da população brasileira sonha com um SUV pelas vantagens que esse tipo de veículo apresenta, como espaço interno, status e conforto para enfrentar os buracos das ruas das cidades e das estradas de terra. Rodamos em um modelo da Fiat que é de outra categoria, a Weekend (que até o meio do ano passado era chamada de Palio Weekend, como referência ao Palio, que lhe deu origem). Ela é uma station wagon (SW) média, tipo de modelo que também é conhecida como perua.

O veículo guiado foi a Weekend 2015, na versão topo de linha Adventure. Derivada da robusta primeira geração do Palio, o modelo herdou essa característica dele e traz vantagens como bom espaço interno, entre-eixos satisfatório e bagageiro espaçoso. A Adventure que dirigimos trazia adicionais como rodas em liga leve de 16 polegadas, o Kit Locker (bloqueio do diferencial para enfrentar obstáculos mais trabalhosos em estradas de terra) e uma rede porta-objetos no porta-malas, entre outros.

Assim como os SUVs, a Weekend Adventure tem atributos para se impor no trânsito. O carro tem boa altura e, ao longo de nossa experiência, mostrou que conquista respeito – e quem dirige em Fortaleza sabe que a educação não é uma característica evidente dos seus motoristas. No enfrentamento de buracos e desníveis no asfalto, seu comportamento também agradou, passando a sensação que estávamos no volante de utilitário maior.
O carro que guiamos também era equipado como o câmbio Dualogic, sistema automatizado de troca de marchas. Sua relação com o motor 1.8 do veículo foi boa: mudanças de velocidade sem grandes incômodos ou trancos da primeira até a terceira e praticamente imperceptíveis entre a terceira e a quinta.

Outro detalhe que chamou a atenção foi a suavidade no asfalto e o silêncio do motor. Nesse aspecto, a Weekend se comportou como um veículo ideal para rodar na cidade. A sua suspensão e seu tamanho garantem uma dirigibilidade segura, com pouca inclinação nas curvas e um bom equilíbrio entre rigidez e conforto.

No quesito acabamento e acessórios, mais um ponto positivo para a Weekend que guiamos. Portas com revestimento macio, kit multimídia com tela sensível ao toque e atrativos como TV, integração com o telefone via Bluetooth e sistema de navegação via GPS. Também chamou a atenção a boa quantidade de porta-objetos.

Em resumo, a Weekend Adventure chama agrada por se comportar como um SUV, mesmo sendo da categoria das station wagons. Como principais atributos, traz robustez, silêncio do motor, bom espaço interno e muitos acessórios de tecnologia e conforto.

Categoria restrita e com pouca procura no Brasil
Diferentemente do que acontece na Europa, as station wagons não fazem muito sucesso no mercado nacional. Na lista de mais vendidos da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), essa categoria somou, em 2014, pouco mais de 28 mil unidades comercializadas, em um universo de mais de 5 milhões de veículos vendidos, no total.

Além da pouca demanda, na lista da (Fenabrave), a categoria de SWs médias é bem restrita. É composta apenas pela Fiat Weekend (que até o meio do ano passado era chamada de Palio Weekend, como referência ao Palio, modelo que lhe deu origem), pela Volkswagen Spacefox e pelo Audi A4. Destes modelos, a líder absoluta é a Weekend, que teve mais de 63% do mercado em 2014.

Preço (montado no site da Fiat, considerando características próximas às do modelo guiado) R$ 70.865

Check Also

Carros elétricos

Célula de combustível, picape de resgate: os carros elétricos da Renault-Nissan

A Nissan e a Renault, empresas pertencentes ao mesmo grupo, têm empreendido louváveis esforços no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *