Test-drive: Amarok série especial Dark Label

Não fosse pelas dimensões avantajadas de picape média, a Amarok Dark Label, que tivemos oportunidade de guiar por alguns dias, poderia ser tomada como um carro de passeio por quem está andando nela. Deste último, ela traz características como conforto no asfalto, uma suspensão bem calibrada que garante estabilidade sem ser dura demais, muito silêncio interno na cabine. Além disso, seu motor a diesel vibra muito pouco e, a despeito do peso de cerca de três toneladas, mostra uma disposição que deixa o veículo com comportamento bastante ágil.

amarok1A Dark Label é uma série especial lançada em março último pela Volkswagen que, em termos de acessórios e acabamento e acessórios, fica entre a intermediária Trendline e a top de linha Highline. Da primeira, ela herda o preço mais convidativo (próximo de R$ 140 mil, segundo a concessionária local responsável pela cessão do modelo). E em comum com a última ela tem vários recursos de conforto e tecnologia, que listamos no fim dessa matéria.

Começando pelas impressões ao dirigir, a Amarok Dark Label vem equipada com um sistema de auxílio a estacionamento que se mostra bastante útil na tarefa cotidiana de guardar o modelo nas vagas cada vez menores dos condomínios, supermercados e outros locais. Conta com sensores e avisos sonoros na frente e atrás e um visualizador no painel que mostra, em cores, a aproximação com os obstáculos.

Nas arrancadas, o motor TDI 2.0 com dois turbos, 180 cv de potência e torque máximo de 42,8 kgfm, combinado com o câmbio automático de oito marchas (tanto esse câmbio quanto o motor são de série na Dark Label) impressiona pela força. Se o motorista pisa forte, a Amarok não canta pneu, mas sai aos pulos como se fosse um carro pequeno. O sistema também conta com um câmbio esportivo, acionado com um toque na alavanca e no qual as trocas se dão em rotações mais altas. Com ele, essa disposição aumenta ainda mais.

amarok5O interior da Dark Label segue o padrão de todas as versões da Amarok: é sóbrio, com poucos detalhes chamativos. Mas é agradável visualmente e tem bastante funcionalidade – esta última característica, vale ressaltar, bem própria de veículos da Volkswagen. Na tela de cristal líquido sensível ao toque é possível controlar todas as funções, do sistema de áudio ao celular (conectado via Bluetooth), passando pelo sistema de navegação, um opcional que estava presente no modelo que guiamos.

 

Segundo a concessionária local, a Dark Label ainda tem unidades disponíveis, mas não para pronta entrega, é preciso encomendar o modelo. É uma oportunidade a ser considerada para quem procura uma boa relação custo-benefício, principalmente se a opção de picape média for a Amarok. Veja a seguir os acessórios e recursos mais importantes presentes de série no modelo.

amarok2

Exterior
Santantônio, estribos laterais, maçanetas, capa dos retrovisores e para-choque traseiro em preto fosco, vidros laterais traseiros e lanternas traseiras escurecidos, iluminação da placa por LEDs, faixa decorativa com o logotipo Dark Label nas portas traseiras e rodas de liga leve de 17 polegadas e pneus 245/45, faróis de neblina com luz estática para conversão e faróis com luz de condução diurna e regulagem elétrica de altura.

Interior
Forração parcial dos bancos em couro, tapetes de veludo, manopla das alavancas de câmbio e de freio de estacionamento revestidos de couro, volante multifuncional com regulagem de altura e distância e detalhes em preto brilhante e revestimento de couro, duas tomadas de 12V (uma no painel de instrumentos e outra no console), quatro alto-falantes e dois tweeters

Recursos de conforto
Retrovisores externos com regulagem elétrica e com aquecimento, piloto automático, vidros com acionamento elétrico, rádio com CD player, entradas SD-card e USB e bluetooth, tampa traseira com chave e sistema de alívio de peso, terceiro apoio de cabeça no banco traseiro com cinto central de três pontos de fixação, travamento central das portas, alarme keyless, descansa braço central (porta-objetos com tampa), desembaçador do vidro traseiro, computador de bordo, bancos dianteiros com ajustes de altura e lombar e gaveta sob o banco do motorista.

Recursos de segurança e off road
Capacidade de transpor subidas com ângulo de 45º com o veículo totalmente carregado, ABS “off road”, que otimiza a ação dos freios em solo solto (por exemplo, pedriscos e areia) e em velocidades de até 130 km/h, sistema Isofix para fixação de cadeira infantil no banco traseiro, BAS (Sistema de Assistência à Frenagem), TCS/ASR (Controle de Tração), EDL/EDS (Bloqueio Eletrônico do Diferencial), Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC), HDC (Hill Descent Control ou Controle Automático de Descida) e HSA (Hill Start Assist ou Assistente para Partida em Subida).

Preço (R$ 140.000,00 mais R$ 2.990,00 do sistema de navegação): R$ 142.990,00

Ficha técnica (dimensões)

Picape
Carga útil máxima (kg) 1.038
Peso bruto total (kg) 3.170
Capacidade de reboque (com freio, em kg) 2.780
Capacidade máxima de tração (kg) 5.950
Comprimento (mm) 5.254
Distância entre eixos (mm) 3.095
Largura (mm) 1.944
Altura (mm) 1.834

Compartimento de carga
Comprimento (mm) 1.555
Largura (mm) 1.620
Largura entre as caixas de roda (mm) 1.222
Altura (mm) 508
Área da caçamba (m2) 2,52
Volume da caçamba (m3) 1,28

Check Also

Test-drive: Jeep Compass versão Longitude 4×2 a gasolina

De acordo com pesquisa realizada em 2015 pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), nas cidades …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *