Seguro de carros antigos: você sabia que ele existe?

Além de mais manutenção para o proprietário, carros com mais de 10 anos de uso também dão mais trabalho para seguradoras que os novos ou seminovos. Um dos motivos para isso é que se acontecer algum acidente e o veículo precisar de reposição de peças, as seguradoras não as  encontram com muita facilidade para este tipo de veículo. Isso acontece porque como as montadoras costumam fazer modificações anuais em seus modelos, é comum que o mercado não ofereça todos os componentes dos que foram fabricados há muito tempo, sejam peças do motor ou da lataria. Por isso, o seguro para um modelo com mais de 10 anos, por exemplo, não é tão simples de fazer como para um zero km.

A boa notícia é que existem opções específicas que são oferecidas pelas seguradoras para proteger veículos com mais “idade”. O seguro auto para carros antigos é destinado a modelos com mais de 5 anos de uso e pode oferecer preços mais em conta que o seguro tradicional. Para isso, ele tem coberturas menos abrangentes e utiliza, no conserto dos carros que sofreram acidentes, peças usadas (estas peças, no entanto, possuem procedência confirmada).

 Porque é importante proteger seu veículo velhinho

As seguradoras possuem um limite para proteção. A maioria delas aceita carros com até 15 anos. Por isso, se você tem um carro com mais de 10 anos de uso, considere contratar o seguro o quanto antes. Não espere os anos passarem, pois além do risco de ter seu carro furtado ou roubado, veículos com 20 anos de uso ou mais dificilmente serão aceitos pelas empresas.

Outra vantagem de contratar o serviço para um carro com mais “idade” é que se ele “envelheceu” junto com a seguradora, o seguro é renovado periodicamente, já que o veículo possui todo um histórico junto à empresa. Assim, mesmo passando de uma década de existência, ainda há possibilidade, graças a esse histórico, de negociar a renovação.

É bom lembrar, ainda, que quanto mais velho for o carro, maiores serão os valores para a proteção, já que, como dissemos, o veículo vai ter custo mais alto em possíveis consertos e as peças originais são mais difíceis de serem encontradas. Mas se o motorista já é cliente e tem um bom conceito, sem muitos incidentes nem multas, pode tentar negociar um bônus com a seguradora e ter desconto na renovação.

Por fim, outro motivo para contratar o seguro é que, diferente do que se pensa, carros mais antigos são visados por ladrões, já que suas peças possuem alto valor no mercado negro.

Como contratar um seguro para carros antigos?

Antes de fazer a contratação, você deve cotar com todas as seguradoras que oferecem essa modalidade específica de seguro. Dessa forma, é possível comparar as coberturas e valores, além de serviços extras, encontrando assim, o que oferece a melhor relação custo-benefício.

Além disso, se você quer deixar o serviço mais barato, procure ter um bom histórico como motorista, ou seja, não se envolva em acidentes e não perca pontos na CNH. Outra maneira é considerar instalar dispositivos de proteção veicular como rastreador, alarme ou bloqueador, entre outros. Esses itens são importantes na hora da seguradora avaliar o bem, já que identificam um veículo que pode gerar menos despesas para ela.

Principais vantagens da contratação do seguro para carros antigos

– O seu veículo estará protegido em vários lugares (dependendo apenas da abrangência do contrato) e você poderá circular com ele com muito mais tranquilidade;

– O valor do seguro é mais barato do que o do seguro tradicional. Ele pode chegar a ser 50% menor, dependendo das condições do contrato;

– Como ele dá a possibilidade da seguradora usar peças de segunda mão, isso facilita a reposição, já que elas são mais fáceis de serem encontradas.

Agora que você já sabe que veículos com mais de 10 anos também podem ser protegidos pelas seguradoras, é bom aproveitar as vantagens desse serviço e andar com mais tranquilidade pelas ruas da cidade.

Com colaboração de Andreia Silveira, do site Seguro de Automóvel (www.segurodeautomovel.org).

Check Also

carros compartilhados

Carros compartilhados em Fortaleza: veja como usar o serviço

Não só no Brasil, mas em todo o mundo, a discussão em torno do universo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *