Nostalgia sobre rodas: passeio de carro pela Fortaleza antiga

Em uma Fortaleza sempre em dívida com o seu passado, há quem empreenda batalhas para preservar a memória das suas ruas e prédios históricos e crie louváveis iniciativas para deixar um legado para as gerações futuras. O médico Arnóbio Tomaz, adepto do antigomobilismo e diretor do Museu do Automóvel, iniciou ontem uma dessas ações. Com o apoio de amigos colecionadores de veículos, ele realizou a primeira edição do passeio Percorrendo a Fortaleza Antiga.

A bordo de modelos de décadas passadas, a cada último domingo dos meses ímpares os participantes do passeio irão visitar bairros históricos da capital cearense. Ontem, os primeiros foram Praia de Iracema, Centro e Jacarecanga. Estão na lista outros como Benfica, Gentilândia e Parangaba, entre outros. Realizado durante a manhã, o passeio terminou em frente ao Liceu do Ceará, colégio que no século passado foi frequentado pelos jovens da elite da cidade.

De acordo com Arnóbio Tomaz, um dos objetivos é conhecer e documentar, através de vídeos e fotos, ícones arquitetônicos. Além de um passeio nostálgico, a iniciativa faz parte de um projeto maior do colecionador: o livro Fortaleza dos Meus Tempos, que ele espera lançar em 2017. “A ideia é fazer o registro, com textos e imagens, da história da cidade e de seus edifícios, igrejas e clubes, entre outras atrações”, afirma. Veja depoimento abaixo:

No primeiro passeio, aproximadamente 15 veículos, de várias épocas diferentes, circularam pelos bairros antigos. Entre os mais interessantes estavam três exemplares da Rural, veículo que pode ser considerado um precursor dos atuais SUVs, um Opala SS, que durante anos foi referência de esportividade no mercado, e até a réplica de um Porsche da década de 1950. Veja vídeo abaixo, com os carros expostos e um breve passeio ao redor da praça a bordo do Opala SS:

Ao lado dos prédios históricos que circundam a praça do Liceu, os carros enfileirados chamaram a atenção e logo ficaram cercado de curiosos. Segundo Arnóbio Tomaz, a ideia é atrair interessados para participar também dos passeios. Ele explica que é uma iniciativa dos aficionados por história, seja ela automotiva ou arquitetônica, e estão abertos para qualquer um que queira participar – de preferência com um carro antigo. Quem quiser mais informações sobre os próximos, pode procura-lo pelo telefone 9-9981-5000.

 

 

 

 

 

Check Also

Eletrovan

GM comemora 50 anos da Eletrovan, seu primeiro veículo movido a hidrogênio

O ano de 1966, que trouxe as estreias de TV de “Batman” e “Star Trek”, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *