IVT
IVT, sistema de reboque autônomo

Nissan testa o IVT, sistema de reboque autônomo para fábrica no Japão

A Nissan anunciou está implementando em sua fábrica japonesa de Oppama um sistema inteligente de reboque de veículos totalmente automatizado e sem motorista, chamado de Intelligent Vehicle Towing (IVT), ou Reboque Inteligente de Veículos.

O IVT usa um carro elétrico Nissan LEAF modificado para rebocar, de forma autônoma, veículos utilizados no transporte dos veículos que saíram da linha de produção entre pontos específicos de carga e descarga dentro da unidade industrial. Segundo a montadora, a tecnologia é diferente de sistemas guiados convencionais utilizados no transporte de componentes durante a fase de produção. Geralmente eles exigem a instalação de trilhos ou o emprego de fitas magnéticas em larga escala. O IVT não precisa de qualquer infraestrutura especial para funcionar.

O carro de reboque é equipado com uma série de câmeras e escâneres a laser que detectam as marcações no piso, além de meios-fios, obstáculos ou perigos em potencial em torno do veículo. Ao cruzar estas informações com os dados provenientes de mapas e sistemas de geolocalização, o carro-reboque calcula sua própria localização e avança pela via até o seu destino sem qualquer intervenção humana. Ele se locomove pela fábrica respeitando os limites de velocidade próprios às vias internas, parando automaticamente se detectar um obstáculo ou perigo à frente. E continua o percurso somente se detectar que o caminho está livre novamente. Veja vídeo demonstrativo aqui.

O trajeto percorrido pelo veículo de reboque pode ser facilmente alterado caso haja modificações nos processos de produção ou nos itinerários de transporte de veículos finalizados. Todos os carros autônomos de reboque são conectados a um sistema de controle central do tráfego, que monitora a localização, velocidade de deslocamento, carga da bateria disponível e status de funcionamento de cada veículo. Quando dois carros autônomos de reboque se encontram em um cruzamento, o algoritmo do sistema de controle determina qual deles deve ter prioridade de passagem e, em caso de emergência, o sistema pode parar os veículos remotamente.

Bastidores do desenvolvimento do IVT

O atual sistema de logística da fábrica de Oppama requer que os veículos acabados sejam transportados por uma equipe de motoristas desde o final da linha de produção até a plataforma de embarque específica, onde são então embarcados em navios. A introdução do sistema IVT permitirá aumentar a eficiência e produtividade da Nissan.

Desde o início dos testes do sistema, há aproximadamente um ano, mais de 1.600 corridas de teste foram feitas. Os dados armazenados foram utilizados para garantir a confiabilidade do funcionamento do sistema dentro das instalações industriais da Nissan. Sistemas à prova de falhas e de segurança foram desenvolvidos para gerenciar os potenciais riscos ou situações inesperadas que o sistema IVT pode ter que enfrentar durante a condução autônoma, inclusive condições climáticas adversas ou pouca iluminação natural. A Nissan vai continuar a testar o sistema em sua fábrica, além de examinar a possibilidade de implementá-lo em outras instalações de produção dentro e fora do Japão. Os dados e aprendizados obtidos por meio deste projeto ajudarão a expandir ainda mais as tecnologias de condução autônoma da Nissan.

Check Also

Ford anuncia investimentos para aumentar integração de carros e smartphones

A Ford está investindo em novos aplicativos para uso com o sistema de conectividade SYNC …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *