Mercado de veículos usados tem retração em janeiro

A crise do setor automotivo, que já havia afetado o segmento de veículos novos, agora chegou ao mercado de usados. Segundo a Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), a comercialização de veículos seminovos e usados apresentou uma queda de 9,5% em janeiro de 2016, em relação ao mesmo mês do ano passado.

De acordo com a entidade, esse resultado se deve aos efeitos da retração na demanda de consumo que vem atingindo a maior parte da economia brasileira.  “Os consumidores em geral, pelo cenário incerto da nossa economia, estão mais cautelosos, adiando decisões que gerem endividamentos em compras de bens de maior valor, como um automóvel”, acrescenta a Fenauto.

Um dado positivo que merece ser ressaltado, no entanto, foi o fortalecimento da preferência dos consumidores por veículos seminovos, com até três anos de uso. Esse segmento vem mantendo um bom desempenho em vendas já há algum tempo. No comparativo entre janeiro de 2015 e janeiro de 2016, o mercado cresceu 17,3%. Para a Fenauto, os consumidores estão optando cada vez mais por adquirir um veículo que ainda está em boas condições de uso, mas por um custo mais acessível que o do zero km.

Quadro 1

No levantamento feito por regiões, a única que registrou resultado positivo foi a Centro-Oeste, com 19%. O Nordeste, que há alguns anos apresentava índices expressivos de crescimento em vários setores, apresentou a maior queda do Brasil no segmento automotivo de seminovos e usados: -16%.

Quadro 2

O presidente da Fenauto, Ilídio dos Santos, explica que o resultado desfavorável já era esperado em função da situação econômica pela qual o país está passando e a cautela que os consumidores estão assumindo. “No entanto, estamos empenhados em criar estratégias para fortalecer a fidelização de nossos clientes, gerando novas oportunidades de negócios”, afirma.

 

 

Check Also

Volkswagen apresenta o Virtus, sedan do novo Polo

A Volkswagen apresentou hoje o Virtus, sedan que usa a mesma plataforma do hatch Polo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *