Harley-Davidson
MY17 Web Detail Imagery

Harley-Davidson apresenta modelos 2017 da linha de motocicletas Touring

Mais potência, conforto e controle. A Harley-Davidson redefiniu os modelos Touring com novas suspensões e com o novo Milwaukee-Eight, o 9º motor na linha sucessória da marca. “Essas são as mais poderosas, ágeis e confortáveis motocicletas Touring já oferecidas pela montadora. O visual inconfundível, o som e a sensação de pilotagem das motocicletas dessa família farão o piloto subir às alturas com as melhorias que realizamos este ano. É realmente necessário pilotar para perceber as mudanças. Por isso, convidamos a todos que realizem um test ride após o lançamento das motos para comprovar as melhorias implementadas nos novos modelos”, afirma Scott Miller, vice-presidente de Design e Estratégia de Desenvolvimento de Produto da Harley-Davidson.

Novo motor Harley-Davidson Milwaukee-Eight

O novo motor combina o visual clássico, som e a sensação dos motores Big Twin com melhorias em todos os aspectos que contribuem para o melhor desempenho do motor. “Embora as características do Big Twin tenham sido mantidas, trata-se de um novo propulsor, com melhor desempenho e mais durabilidade”, explica Alex Bozmoski, chefe de Engenharia Mecânica da Harley-Davidson.

Mantendo a angulação de 45 graus clássica dos motores V-Twin, o Milwaukee-Eight produz até 10% mais torque em comparação aos modelos anteriores, e apresenta cabeçotes de quatro válvulas que oferecem 50% mais fluxo de admissão e escapamento. O novo motor é contrabalanceado, o que reduz 75% a vibração em marcha lenta, mantendo a sensação clássica de um Harley-Davidson V-Twin, enquanto é suave em velocidade de cruzeiro. A nova estratégia de controle de temperatura aumenta o conforto tanto para o piloto quanto para o passageiro.

Novas suspensões para as Harley-Davidson Touring

As novas suspensões melhoram conforto, controle e desempenho dos modelos 2017 da família Touring da Harley-Davidson. Os amortecedores traseiros pressurizados da linha 2017 oferecem de 15% a 30% mais ajustes de pré-carga do que os antigos, com um único manípulo de ajuste. “Agora, a pré-carga pode ser ajustada até atingir a carga do piloto, do passageiro e da bagagem, sem ferramentas ou bomba de ar. Uma vez definida, a pré-carga não precisa de mais ajustes”, explica Paul James, diretor de Planejamento de Produto da Harley-Davidson.

Check Also

Carros elétricos

Célula de combustível, picape de resgate: os carros elétricos da Renault-Nissan

A Nissan e a Renault, empresas pertencentes ao mesmo grupo, têm empreendido louváveis esforços no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *