Audi
Audi Lunar Quatrro

Audi anuncia lançamento de veículo lunar para o ano que vem

A montadora Audi, que desenvolve um veículo lunar em parceria com a equipe alemã Part-Time Scientists, anunciou que planeja levar o seu modelo ao satélite terrestre até o fim de 2017. Será uma viagem de 385 mil km, realizada por um foguete da empresa Spaceflight Inc. A iniciativa faz parte da competição do Google Lunar XPRIZE. Com prêmio de mais US$ 30 milhões, ela é um torneio voltado para engenheiros e empreendedores de todo o mundo. Para vencer, um time privado deve levar uma sonda à Lua, que deverá rodar por ao menos 500 metros e enviar fotos em alta resolução para a Terra. Depois de 30 desafios, restam agora apenas cinco equipes na disputa para chegar à superfície lunar.

Desde o início do parceria entre a Audi e a equipe Part-Time Scientists, em 2015, os desenvolvedores já conseguiram reduzir oito kg no peso do veículo, batizado de Audi Lunar Quattro. O nome é uma referência à tecnologia Quattro, da montadora alemã, que controla eletronicamente a força distribuída para as rodas. Além do sistema de tração Quattro, a Audi também contribuiu com conceitos de construção leve, com a tecnologia e-tron (aproveitamento da frenagem para geração de energia) e no design do veículo lunar.

“Estamos orgulhosos de termos oferecido à sonda aspectos importantes do DNA da marca: o veículo tem tração Quattro, uma bateria e-tron a bordo, roda em modo autônomo e traz uma mistura inteligente de materiais”, afirma Michael Schöffmann, chefe de Desenvolvimento de Transmissão da Audi e coordenador de desenvolvimento do Audi lunar Quattro. “A colaboração com a equipe Part-Time Scientists é também muito enriquecedora para nós: estamos rompendo barreiras tecnológicas com o Lunar Quattro e podemos aprender muito sobre o comportamento de componentes automotivos em condições extremas.”

Nos últimos meses, os especialistas da Audi têm trabalhado no sistema inteligente de distribuição da potência da tração integral, melhorando sua performance eletrônica e contribuindo com sua expertise em direção autônoma durantes os processos de desenvolvimento. Com o objetivo de assegurar mais estabilidade e contato com a superfície, os engenheiros e designers aumentaram a largura do veículo e das rodas. Ao mesmo tempo, reduziram o peso de 38 kg para 30 kg ao adotar uma mistura de materiais, como peças de alumínio feitas por impressão 3D. Testes sofisticados, como na câmara de simulação solar da Audi, foram realizados para simular as condições extremas que serão encontradas na superfície lunar e examinar a adequação dos componentes da sonda.

Audi Lunar Quattro irá procurar sonda da missão Apollo 17

Na Lua, o veículo se guiará por quatro câmeras, que mostrarão os arredores. O veículo vai usá-las para examinar objetos e tiras fotos em 3D e 360º. Um dos principais motivos para isso será encontrar a sonda da missão Apollo 17, que ainda permanece no Vale de Taurus-Littrow. O módulo de aterrissagem do Part-Time Scientists tocará o solo próximo ao local de pouso de 1972 com dois veículos Audi Lunar Quattro a bordo. Além dos dois veículos, os cientistas poderão enviar ainda equipamentos de pesquisa para outros colaboradores. Nesse contexto, outros parceiros do projeto, como a agência espacial NASA, a agência espacial europeia ESA e a Wikipedia, foram recrutados devido ao seu interesse científico na missão.

Criada no final de 2008 por iniciativa do especialista em Tecnologia de Informação Robert Böhme, a Part-Time Scientists tem sede em Berlim. A equipe conta com 35 engenheiros em três continentes. Trabalhando junto com peritos espaciais internacionais, o objetivo do grupo é transformar a missão lunar em realidade e reunir o máximo de conhecimento possível para promover desenvolvimento tecnológico e avanços no progresso científico.

Confira mais informações sobre o Google Lunar XPRIZE aqui (em inglês).

Check Also

Ford anuncia investimentos para aumentar integração de carros e smartphones

A Ford está investindo em novos aplicativos para uso com o sistema de conectividade SYNC …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *