Audi Center Fortaleza agiliza atendimento com Sistema Lean Manufacturing

Através da implementação do Sistema Lean Manufacturing, a Audi Center Fortaleza conseguiu obter mais rapidez na sua oficina, em serviços que que vão desde a troca de óleo e a revisão de freio até trocas de peças mais complexas e revisões. Além disso, do mais básico ao mais complexo, todos os atendimentos são realizados com data e hora marcada tanto para recebimento quanto para entrega do carro.

De acordo com a revenda cearense, ela foi a primeira das regiões Norte e Nordeste a ser certificada no Sistema Lean. Ele prevê uma otimização dos processos para obter, entre outros benefícios, mais qualidade, redução de desperdícios, melhoria contínua, flexibilidade, realização de atividades sem interrupção e com início imediato sempre que alguém as solicitar. Também é uma forma de tornar o trabalho mais satisfatório.

“Hoje, todos os nossos serviços precisam cumprir metas propostas. Para garantí-las, utilizamos ferramentas que incluem processos contínuos de análise, produção e elementos à prova de falhas. Como resultado, ganhamos mais satisfação dos clientes, melhor fluxo dentro da oficina e maior rentabilidade de ganhos, já que ao otimizar o tempo aumentamos nossa produção”, explica o gerente de pós-venda, Jarley Oliveira. Ele explica que o principal objetivo é reduzir o tempo de espera. “Os clientes precisam ter seus carros disponíveis para voltar à rotina o mais rápido possível”, diz.

Inaugurada no segundo semestre de 2015, a nova sede da Audi Center Fortaleza, localizada na avenida Santos Dumont substituiu a primeira loja, que ficava na avenida Virgílio Távora. Um dos principais motivos da mudança foi a expansão do atendimento pós-venda, com uma oficina maior. Atualmente, a empresa mantem uma média mensal de vendas de 28 a 30 unidades. Parte desse número é composto por modelos das linhas de alto padrão S e RS, que custam entre R$ 400 mil e R$ 1 milhão.

Check Also

Test-drive: Jeep Compass versão Longitude 4×2 a gasolina

De acordo com pesquisa realizada em 2015 pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), nas cidades …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *